Ato em São Paulo reúne protestos contra Dilma, os desvios na Petrobras e a votação da meta fiscal...

e a Intervenção Militar, não se esqueçam de seu papel principal que é esclarecer bem a população mas, ....
 
Segundo a Polícia Militar, 8 mil pessoas caminharam na Avenida Paulista durante a manifestação



SÃO PAULO — Milhares de pessoas participaram de uma manifestação contra o governo Dilma, as denúncias de desvio de dinheiro na Petrobras e a flexibilização da Lei de Diretrizes e Orçamentárias neste sábado, em São Paulo. Segundo estimativa da PM, o protesto reuniu cerca de oito mil manifestantes. O ato foi organizado pelos movimentos Vem Pra Rua e Brasil Livre e teve apoio de políticos de oposição na convocação.
 
A caminhada começou no Masp, na Avenida Paulista, e seguiu até a Praça Roosevelt. O senador José Serra (PSDB) discursou ao final do protesto. Para Serra, o ato deste sábado fortalece a democracia e a cobrança sobre os políticos. O senador aproveitou para pedir paciência aos opositores caso as mudanças não aconteçam.
 
As coisas não vão se resolver em uma semana, um mês ou um ano. Mas precisamos estar prontos para o imprevisto, para o improvável. Não há história sem fatos inesperados — disse ele, sem especificar o que seriam 'fatos inesperados'.


    Alguns manifestantes pediram intervenção militar no país
 
Pouco antes dos manifestantes ocuparem a Paulista sentido Consolação, o tom dos discursos subiu. Embora os coordenadores afirmem que são contra o impeachment, muito diziam acreditar que a presidente Dilma não vai conseguir governar.
 
— Esse governo não vai acontecer. Nunca um governo sofreu manifestações logo depois de eleito. Não queremos eles. Não aceitamos a forma como eles governam — afirmou Rennan Santos.
 
No lado do Vão Livre do Masp que pede a intervenção militar, o tom era ainda mais elevado.
 
— Não vim aqui para tirar foto, vim para derrubar esse governo de corruptos — afirmou um manifestante que se identificou como Mike Brasil.
 
Cristina Peviani, uma das fundadoras do MBR, diz que a intervenção é necessária para tirar os fichas sujas do governo.
 
Já o professor particular Vicente Martinez aproveitou a manifestação para vender camisetas com a inscrição "Fora Dilma e leva o PT junto".
 
Fonte:

 

Nenhum comentário: