Ao menos, a omissão da verdade, deve ser considerada como crime no Brasil?

Essa tal Democracia à brasileira parece só ter valor para alguns desde que as suas regras não jogue lama nos seus quintais:

Sim, é fato de que são necessárias provas para se acusar, bem se sabe, mas então, as acusações foram realizadas, não cabe agora a parte acusada provar no contraditório? Agora, o crime é da parte da imprensa que cumpre com o seu relevante papel de divulgação dos fatos à população?

Como considerar os crimes que foram cometidos na sede da Editora Abril em São Paulo em 24 de outubro, ao se invadir propriedade alheia, pichando e realizando ameaças? Que direitos alguns acreditam ter, acima dos demais, ao realizar atos próprios de terrorístas que em vez de exigerem esclarecimentos das partes acusadas se limitam a vandalizar e ameaçar aos que apenas expuseram o que foi dito em depoimentos? Então a imprensa como um todo deve calar-se e esconder de nós os fatos? 

Aonde estão as autoridades que permitem essas atitudes da parte de alguns que se acham acobertados por regalias? Para esses, o que deve prevalecer é a sua imposição sem limites, mesmo que ajam com intolência ao pensamento dos demais? Então para esses os direitos dos outros nada vale e deve inexistir? O que deve prevalecer é o seu fanatismo cego e acerbado?

Afinal, como considerar mais atos como este exposto na foto abaixo?  


Então esse ato, de forma unilateral, não é considerado com vandalismo e/ou como terrorísmo? Na terra, que pelo visto só pertence a alguns, esses atos não são próprios de bandidos? Novamente, não serão considerados como uma afronta aos demais?

Sem ter quaisquer envolvimentos com a Editora, sem ter a pretenção de defendê-la, percebo que esta sempre prestou serviços relevantes trazendo ao nosso conhecimento incontáveis atos da corrupção deslavada existente no país, sem isso ficaríamos à merce desses crimes sendo roubados e em prejuízo, e agora estes devem ser ameaçados por expor as imundices praticadas por alguns?

Esta mesma imprensa só nos informou do que disse o acusado em depoimento, cabendo aos citados se defenderem se puderem, o que não se pode permitir jamais é o direito que bandidos pretendem ter ao tentar impor a obscuridade dos fatos praticando atos ameaçadores como o de sairem pelas ruas tentando constranger e inibir aos demais.

Igualmente aos atos desses vândalos, o ex-presidente e a atual, foram acusados de omissão. Cabe a estes tão somente provar o contrário, pois caso não o façam, não devem ser sentenciados por não informarem as autoridades sobre os ilícitos?  Estes estão acima da Lei?

A acusação feita pelo doleiro Alberto Youssef e é esta:



Indiferentemente dos que pensarem os cegos fanatizados, os picaretas aliados, os acusados são esses acima, e a pergunta é bem simples e direta: "- Irão contradizer com provas ao que foi afirmado ou o que pretendem é calar-se para que se proceda o costumeiro esquecimento?"
'
E aos demais do povo brasileiro: "- Mais uma vez, de forma vergonhosa e lamentavel, se permitirá afrontar às liberdades individuais procedentes, assistindo-se a tudo 'embabacados', no conforto e segurança dos seus recintos, sem que uma maioria de cidadãos que se dizem honestos, reajam e tomem atitudes dignas em defesa do país?"


Sinceramente, espero que não!!!

Aonde estão os outros milhões de cidadãos desta 'Pátria Amada' que mesmo verificando acusações por crimes praticados, permanecem acomodados e não se manifestam para absolutamente nada???

É justo permanecer confortável em seus lares

enquanto outros "irmãos brasileiros"

lutam e dão a cara para bater nas ruas?


A Pátria sofre ao estar sendo roubada

e sua falta de atitudes só pode ser 

entendida como covardia!!!

Nenhum comentário: