Dilma não está na frente, pesquisas são fraudes eleitorais




Interessados chegam a pagar R$ 1 milhão por uma pesquisa
(Eles divulgariam a verdade caso estivessem perdendo ?)

Veja aonde estão os absurdos das pesquisas de opinião.

Pequenas cidades do Norte e Nordeste tiveram mais pesquisas que Florianópolis-SC ou mesmo Vitória-ES:

Alagoa Grande (PB) 20 entrevistados;

Conceição Araguaia (PA) 19 entrevistados;

Alto Santo (CE) 19 entrevistados;

Rio Preto da Eva (AM) 19 entrevistados;

Tailândia (PA) 19 entrevistados;

Barreiras (BA) 17 entrevistados;

...e pasmem!

Porto Alegre (RS) 15 entrevistados;

Niterói (RJ) 15 entrevistados;

Joinville (SC) 12 entrevistados;

Londrina (PR) 10 entrevistados;

Vitória (ES) 4 entrevistados;

Florianópolis (SC) 4 entrevistados.

Não bastasse o exposto acima, é importantíssimo salientar a condução nas perguntas, principalmente com frases como: “indicada pelo presidente Lula”, “Ministra do Governo Lula”.

Sinceramente não encontro cabimento em pagar-se tanto por estas pesquisas e por um motivo que considero ser um tapa na cara de todos nós, este dinheiro todo é nosso, verbas públicas que são utilizadas para campanhas eleitorais, quando não vem dos grandes financiadores como banqueiros, latifundiários e grandes empresários interessados em manipular e continuar por cima da carne seca. Pois é, o problema é como fazer com que estas inverdades não cheguem até a população? Segundo as últimas estatísticas do Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), o estudo indica que, apenas 32% tem um computador em casa e ainda 24% destes ainda não tem acesso a internet. Será que estes números tão baixos e irrisórios são os resultados da tal da inclusão digital tão decantada pelo Governo Lula? Ele fez a promessa em sua primeira campanha para presidente que ocorreria o barateamento dos computadores para torná-los acessíveis a toda população, mas pelo jeito foi só mais uma promessa com princípios eleitoreiros. Do número total de residências no Brasil, 83,26% não tem sequer um computador. Logo, a grande massa de eleitores muito provavelmente vão atrás destas pesquisas, o famoso "ele já ganhou, então vou votar nele mesmo". Daí a importância que a justiça trabalhasse em prol do país e não fizesse vistas grossas, proibindo a divulgação destas pesquisas que tem um caráter criminoso tirando a liberdade de pensamento das pessoas e conduzindo-as ao erro. É importante ressaltar também o número baixíssimo de municípios onde dizem que as pessoas “são entrevistadas”, apenas 382 em um verdadeiro mar de 5561. Pode-se também analisar o número destas entrevistas, que ficam em torno de 11 mil pessoas para um cenário que se aproxima de 140 milhões. Então fica fácil imaginar a cena de alguns boiadeiros conduzindo o pobre gado ao seu triste destino, o matadouro. Triste sina de um povo que já nasce destinado a viver prostrado ! Realmente é muito difícil “quebrar este muro” e com a ineficiência e falta de vontade da justiça brasileira de atuar como deveria, fica praticamente impossível.

Leia também:

--> O Mascate: Pesquisas eleitorais são fraudes, apenas fraudes


--> Portal de notícias do Senado Federal: Mozarildo se diz incrédulo com pesquisas e relata tentativa de fraude


--> Emanuel Mattos: Globo aponta indícios em pesquisa eleitoral 


--> Blog do Atheneu: Fraude eleitoral escandalosa em Goiás

E quem quiser que procure mais, pois a internet está cheia destas denúncias, para o bom e o mal entendedor. "O pior cego é aquele que não quer enxergar !"