Impos!tômetro 2009



Voto Nulo 2010 adverte: A politicalha faz mal ao País !

Mais de R$ 1 trilhão em impostos em 2009. O comércio bateu recorde de 28% nas vendas. O bancos novamente tiveram lucros exorbitantes. Então resta-nos levantar o questionamento: por que este povo sofre ? Por que amargam com as tragédias naturais ?

Para nós do MVN a resposta é bastante lógica: prevenção zero ! Somente obras paliativas após os fatos ocorridos.

Dinheiro para se aplicar com obras que trazem um fundo promocional-eleitoreiro sempre se tem, mas não para garantir o bem estar da população. Aplica-se na miséria, é esta que irá elegê-los futuramente e perpetuá-los no poder.


ACORDA POVO BRASILEIRO !!! 
 


***

E aí eu pergunto: cadê o dinheiro? O dinheiro da Saúde, da Educação, da Segurança... ???
O que sei é que são milhões em paraísos fiscais, em cofres particulares, escondidos nas cuecas, nas meias e sabe-se lá onde!!!! Enquanto isto, infelizmente, o povo “dorme” e ainda vai trocar seu voto por favores pessoais, migalhas, e sabe-se lá por que!!! Só existe corruptos porque há corruptores!!!

ACORDA BRASIL!!!!!


Recebi por e-mail, transcrevo... desconheço o autor...

'O "QUINTO DOS INFERNOS"

Durante o século 18, o Brasil Colônia pagava um alto tributo para seu colonizador, Portugal. Esse tributo incidia sobre tudo o que fosse produzido em nosso país e correspondia a 20% (ou seja, 1/5) da produção. Essa taxação
altíssima e absurda era chamada de "O Quinto".

Esse imposto recaía principalmente sobre a nossa produção de ouro. O "Quinto" era tão odiado pelos brasileiros, que foi apelidado de "O Quinto dos Infernos". A Coroa Portuguesa quis, em determinado momento, cobrar os "quintos atrasados" de uma única vez, no episódio conhecido como "Derrama".

Isso revoltou a população, gerando o incidente chamado de "Inconfidência Mineira", que teve seu ponto culminante na prisão e julgamento de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário - IBPT, a carga tributária brasileira deverá chegar ao final deste ano de 2009 a 38% ou praticamente 2/5 (dois quintos) de nossa produção... Ou seja, a carga tributária que nos aflige é praticamente o dobro daquela exigida por Portugal à época da Inconfidência Mineira, o que significa que pagamos hoje literalmente "dois quintos dos infernos" de impostos...

Para que? Para sustentar a corrupção, o PAC, o mensalão, o Senado com sua legião de "diretores", a festa das passagens, o bacanal (literalmente) com o dinheiro público, as comissões e jetons, a farra familiar no executivo.

Nosso dinheiro é confiscado no dobro do valor do "quinto dos infernos" para sustentar esta corja, que nos custa (já feitas as atualizações) o dobro do que custava toda a Corte Portuguesa.

E pensar que Tiradentes foi enforcado porque se insurgiu contra a metade dos impostos que pagamos atualmente!'
DOIS QUINTOS DOS INFERNOS!!!

Por Elisete XNS